CUPINS DE ÁREAS FLORESTAIS

Print page
Cupins podem ser encontrados em quase todo o mundo, mas estão distribuídos principalmente em regiões tropicais e subtropicais. A fonte alimentar básica destes insetos é material celulósico, que em termos gerais, é digerido com o auxílio de microrganismos simbiontes intestinais. Eles têm importante papel ecológico, funcionando como consumidores primários e decompositores, auxiliando na aeração dos solos e na distribuição de nutrientes. É relativamente pequeno o número de espécies consideradas como pragas, quando comparado ao número total. Cupins são insetos eusociais. Nas colônias os indivíduos têm funções diferentes de acordo com a casta que ocupam, bem como morfologias adaptadas a estas funções. Os operários são responsáveis, por exemplo, pela busca de alimentos. Os soldados são responsáveis pela proteção do ninho. Há também a casta dos reprodutores, formada por indivíduos sexualmente definidos. Os reprodutores alados promovem dispersão a partir da revoada que acontece principalmente no início das estações das chuvas. 

Cupins de Áreas Florestais (Cornitermes cumulans, Cornitermes bequaerti e Syntermes molestus)

Apesar de sua importância ecológica, os cupins podem ser considerados os organismos mais daninhos às culturas florestais. Os danos provocados são muito variáveis, pois as florestas plantadas são atacadas do plantio à colheita por muitas espécies de cupins que causam danos consideráveis.

Nossos Produtos para Cupins de Áreas Florestais:

Mercado Reflorestamento

Produtos Recomendados

Inseticida

Evidence® 700WG

EvidenceⓇ é um inseticida sistêmico para controle de cupins...

Ver produto