Ameaça à saúde pública

Ratos podem transmitir cerca de 200 doenças.

Os ratos representam um grave problema para a saúde pública, pois participam de uma cadeia epidemiológica com capacidade para a transmissão de cerca de 200 doenças, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A transmissão se dá principalmente pela contaminação de alimentos e, no caso de doenças como a leptospirose, devido ao contato epitelial direto ou indireto com a urina dos roedores.

Para Maria Beatriz, médica infectologista do Hospital das Clínicas de São Paulo, a infecção pela leptospira (bactéria eliminada na urina do rato) ocorre em casos de exposição prolongada às águas contaminadas. "Em geral, as pessoas acometidas pela leptospirose são aquelas que têm a casa invadida pelas águas de enchentes ou que, por algum motivo, permanecem em contato com a água por um longo período", explica.

Segundo a infectologista, os sintomas da leptospirose são fortes dores de cabeça, febres, dores musculares - principalmente na região das panturrilhas - seguidas de um amarelecimento, quase alaranjado, da pele (icterícia rubínica) e, em um estágio mais tardio, uma dificuldade para urinar, característica da insuficiência renal.

"Se há um histórico recente de exposição às águas contaminadas e surgirem os primeiros sintomas, deve-se procurar o serviço médico imediatamente. A leptospirose é uma doença muito séria e o diagnóstico precoce é muito importante para um tratamento eficiente", orienta.